São Paulo, 19 de Março de 2019.

"Dinheiro é uma coisa muito útil de se ter. Na verdade, quanto mais você ganha, menos parece que você toca." (Charlie Watts, Rolling Stones)
lll Agenda de Shows
lll Agenda de Shows Cover
lll Álbum de Fotos
lll Baladas Rock 'n Roll
lll Banda da Semana
lll Bandas
lll Bandas Independentes
lll Casas de Shows
lll Colaboradores
lll Colunas & Artigos
lll Direto da Redação
lll Discografia
lll Entrevistas
lll Fale Conosco
lll Lançamentos
lll Letras de músicas
lll Livros
lll MEU ROCK IN SAMPA
lll Meus Dados
lll Promoções
lll Rádios Rock de SP
lll Reviews CD's
lll Reviews Shows




ASSINE ROCK IN SAMPA




lll Login..............

Email:

Senha:



Ache e compre seu CD aqui:



Bandas / Artistas





Santana , por Marcelo Pinto
Nascia em 20 de julho de 1947, na cidade de Autlan de Navarro, no México, Carlos Santana, um dos mais talentosos e criativos guitarristas das últimas décadas. Desde o início da carreira, aos treze anos de idade, como a banda The Strangers, Santana já buscava unir sua influência de ritmos latinos com os acordes do blues e do rock. No início da década de sessenta, ele deixa o México e segue com a família para São Francisco (E.U.A).

Em 1966, nas folgas do trabalho como lavador de pratos, Santana ensaia com a sua banda, a Blues Band. Poucos dias antes de completar vinte anos, o guitarrista faz sua estréia nos palcos, se apresentando com a Blues Band, que posteriormente se chamaria apenas Santana, no consagrado Filmore West e, no mesmo ano, também faz sua estréia em estúdio, como guitarrista convidado do The Live Adventures of Mike Bloomfield and Al Kooper. Mas é no ano de 1969 que Santana alcança seu maior sucesso até então: apresenta-se no festival de Woodstock e grava seu primeiro disco "Santana", um enorme sucesso que permaneceu nas paradas por mais de dois anos e vendeu aproximadamente 4 milhões de cópias.

No ano seguinte faz sua primeira apresentação no Montreux Jazz Festival e lança "Abraxas", que conquista disco de ouro. Na seqüência, vem o disco "Santana III", que marca o fim da formação original da banda e passagem dos direitos do nome apenas para o guitarrista Carlos Santana.

Em 1972, para deleite dos fãs, dois álbuns são lançados: "Fillmore The Last Days' gravado no último show da casa Fillmore West e "Live - Carlos Santana and Buddy Miles". No mesmo ano conhece duas importantes figuras em sua vida: a futura esposa, Deborah e o Guru Sri Chinmoy, de quem seria seguidor por nove anos. Em 1973, divide o palco com os Rolling Stones em um show beneficente pelas vítimas de um terremoto na Nicarágua

Santana segue para sua primeira turnê mundial. No Japão grava e lança com exclusividade, "Lótus" e de volta aos Estados Unidos, entra em estúdio para gravar "Love, Devotion and Surrender with John McLaughlin" e "Welcome". Mais um álbum em parceria, agora é "Illuminations-Carlos Santana and Turiya Alice Coltrane". A criatividade de Santana não tem limite, e em 74 lança mais um disco, "Borboletta".

Com tantos sucessos, não poderia faltar na história do guitarrista uma coletânea: "Greatest Hits", que também ganha disco de ouro. Ganha o prêmio de melhor guitarrista pelo Bay Area Music Awards e em 1976, coloca no mercado mais dois trabalhos: "Amigos" e "Festival". Em abril do ano seguinte, faz um show com Joan Baez na prisão de Soledad e no mesmo período lança, "Moonflower". Santana se apresenta no programa humorístico Saturday Night Live e em outubro de 79 vem com o álbum, "Inner Secrets".

Durante a década de oitenta, a banda Santana comemora 20 anos de carreira, o guitarrista ganha diversos prêmios tanto pelo seu trabalho como músico como pelas ações em prol da sociedade, sai em turnê pela Europa com Bob Dylan, lança cinco álbuns, além de três trabalhos solos do guitarrista, que garante o seu primeiro prêmio Grammy. Em 1991, os fãs brasileiros vibram com a apresentação da banda no Rock in Rio II. No ano seguinte é lançado o 16° trabalho da banda, "Milagro". O disco não vai bem nas paradas de sucesso, assim como os próximos trabalhos.

A grande reviravolta na carreira de Santana aconteceu com o lançamento em 1999, de "Supernatural". O álbum é um sucesso estrondoso: vende mais de 10 milhões de cópias e ganha nove prêmios Grammy e três prêmios Grammy Latino. O trabalho conta com as participações de Eagle-Eye Cherry, Wyclef Jean, Eric Clapton, Lauryn Hill, Rob Thomas da banda Matchbox 20, Everlast e Dave Matthews. Canções como "Smooth" e "Maria, Maria", entre outras, são as mais pedidas nas rádios do mundo todo.

Em 2002 é lançado "Shaman", trabalho que carrega o peso de superar o sucesso anterior, mas não consegue. O disco ganha o prêmio Grammy pela música "The Game of Love", com a participação de Michelle Branch. Sai em turnê para promover o disco mas no mesmo ano lança o disco duplo, "The Essential Santana". Seu trabalho mais recente é "Ceremony".
Fonte: kissfm.com.br

Envie atualizações sobre Santana :
Seu Nome:
Seu Email:
Informação:

Melhor visualizado com Mozilla Firefox > 1.0 ou I.E > 6.0 em 800x600.
RockInSampa.com.br - Todos os direitos reservados. A RockInSampa é uma publicação da Editora e Produtora Virtual.