São Paulo, 19 de Março de 2019.

"Dinheiro é uma coisa muito útil de se ter. Na verdade, quanto mais você ganha, menos parece que você toca." (Charlie Watts, Rolling Stones)
lll Agenda de Shows
lll Agenda de Shows Cover
lll Álbum de Fotos
lll Baladas Rock 'n Roll
lll Banda da Semana
lll Bandas
lll Bandas Independentes
lll Casas de Shows
lll Colaboradores
lll Colunas & Artigos
lll Direto da Redação
lll Discografia
lll Entrevistas
lll Fale Conosco
lll Lançamentos
lll Letras de músicas
lll Livros
lll MEU ROCK IN SAMPA
lll Meus Dados
lll Promoções
lll Rádios Rock de SP
lll Reviews CD's
lll Reviews Shows




ASSINE ROCK IN SAMPA




lll Login..............

Email:

Senha:



Ache e compre seu CD aqui:



Bandas / Artistas





Stray Cats , por Marcelo Pinto
O Stray Cats foi criado em 1979 pelos amigos Lee Rocker (baixo), Brian Setzer (guitarra e vocal) e Slim Jim Phantom (bateria) em Nova York. Eles estavam dispostos a reviver a música dos anos 50 e 60 e logo tomaram a decisão de mudar para Londres, onde o Rockabilly começava a renascer. Em apenas três meses na cidade, eles conheceram o produtor Dave Edmunds, que conseguiu um contrato com a Arista Records.

O grupo lançou o primeiro álbum, "Stray Cats", em 1981, somente na Europa. A música "Runaway Boys" foi o primeiro 'hit' e chegou à nova posição das paradas britânicas. Mas foi com "Rock This Town" que o grupo estourou naquele ano. O segundo disco, "Gonna Ball", saiu no mesmo ano, mas não repetiu o sucesso do primeiro e foi muito criticado pela imprensa. Durante 1982, eles fizeram uma turnê pela Europa e Japão, além de abrir os shows dos Rolling Stones. O grupo decidiu, então, voltar para os Estados Unidos, já que nenhum dos discos saiu por lá.

De volta pra casa, eles fecharam um contrato com a EMI e lançaram, em 1982, "Built for Speed". O disco era uma compilação das melhores músicas dos dois primeiros. Com os vídeo clipes de "Rock This Town" e "Stray Cat Strut", as canções chegaram ao Top 10 no país. Eles tocaram em 55 cidades durante os dois meses de turnê. O sucesso foi confirmado com o álbum "Rant 'N' Rave", em 1984, embalado pela faixa "(She's) Sexy + 17".

No final daquele ano, o grupo enfrentou conflitos entre os integrantes e decidiu parar. Jim e Lee juntaram-se ao guitarrista Earl Slick e gravaram um disco como Phantom Rocker & Slick. Já Brian, lançou o primeiro disco solo. Dois anos depois, o grupo voltou a ser reunir, mas continuou com os projetos paralelos, o que diminuiu o ritmo do Stray Cats. Em 1986, saiu "Rock Therapy", uma coletânea de covers de rock. Mais uma parada para outros projetos e três anos depois, foi a vez de "Blast Off!", que foi seguido por uma turnê.

Fora da EMI, o grupo voltou a trabalhar com Dave Edmunds. Em 1994, eles lançaram "Choo Choo Hot Fish", que chamou mais atenção que os dois últimos discos. O título foi dado em homenagem a um restaurante perto do estúdio de gravação que eles freqüentavam. No ano seguinte, o grupo lançou o que seria o último disco, "Original Cool", com regravações dos sucessos do rock. Até hoje eles se reúnem periodicamente para realizar alguns shows, mas sem gravar.
Fonte: kissfm.com.br

Envie atualizações sobre Stray Cats :
Seu Nome:
Seu Email:
Informação:

Melhor visualizado com Mozilla Firefox > 1.0 ou I.E > 6.0 em 800x600.
RockInSampa.com.br - Todos os direitos reservados. A RockInSampa é uma publicação da Editora e Produtora Virtual.