São Paulo, 22 de Maio de 2019.

"Dinheiro é uma coisa muito útil de se ter. Na verdade, quanto mais você ganha, menos parece que você toca." (Charlie Watts, Rolling Stones)
lll Agenda de Shows
lll Agenda de Shows Cover
lll Álbum de Fotos
lll Baladas Rock 'n Roll
lll Banda da Semana
lll Bandas
lll Bandas Independentes
lll Casas de Shows
lll Colaboradores
lll Colunas & Artigos
lll Direto da Redação
lll Discografia
lll Entrevistas
lll Fale Conosco
lll Lançamentos
lll Letras de músicas
lll Livros
lll MEU ROCK IN SAMPA
lll Meus Dados
lll Promoções
lll Rádios Rock de SP
lll Reviews CD's
lll Reviews Shows




ASSINE ROCK IN SAMPA




lll Login..............

Email:

Senha:



Ache e compre seu CD aqui:



Bandas / Artistas





The Who, por Rodrigo Mendonça
O The Who foi uma banda de Rock surgida na década de 1960, formada por Roger Daltrey (vocalista), Pete Townshend (guitarrista), John Entwistle (baixista) e Keith Moon (baterista).

História

No começo, antes da chegada de Keith Moon, a banda era conhecida por The Detours e tocavam principalmente rhythm and blues. Antes de se fixarem no nome “The Who”, terão mudado ainda para The High Numbers, com o qual editaram o single “Zoot suit/I’m the face”, que foi um fracasso completo.

Desde o princípio o grupo chamou a atenção devido ao facto de todos os três instrumentistas tocarem como se estivessem a solar, causando um efeito desarmonioso e sofisticado, nada característico do rock até aí praticado. Os Who eram espectaculares em palco; Daltrey dava voltas ao microfone, pegando pela ponta do fio, enquanto Pete tocava a guitarra com amplos movimentos do seu braço, como se fosse um moinho de vento e Keith Moon batia nas peles como nenhum baterista o tinha feito até então. No meio disto tudo, Entwistle não se mexia, parecendo aborrecido com tudo o que se passava à sua volta, e tocava baixo de uma maneira inovadora e complicada. No fim das suas actuações ao vivo, nos primeiros anos, os Who destruíam os instrumentos e o equipamento, faziam explodir bombas, dando sinal à audiência que já lhes tinham dado o que tinham para dar. Ficaram também conhecidos por dar igual “tratamento” aos quartos dos hotéis onde ficavam.

Embora Entwistle também fizesse algumas músicas, Townshend era o centro da banda, sendo o principal compositor, e era também o centro das tensões existentes; Pete preferia a música mais elaborada, enquanto Daltrey era adepto dum som mais enérgico e duro. Daltrey por vezes recusava-se a cantar músicas que Pete tinha feito, e então *ete cantava-as ele próprio.

O primeiro single dos Who foi “I can´t explain” em 1965, mas a fama surgiu com o primeiro álbum “My generation”. O álbum incluía hinos à juventude como “The kids are alright” e a faixa-título “My Generation” que continha a célebre frase “Hope I die before I get old” (Prefiro morrer antes de chegar a velho). Outra das músicas que mostram o pensamento de Townshend é “Substitute”, onde ele diz: “I was born with a plastic spoon in my mouth” (Eu nasci com uma colher de plástico na boca). O êxito “Pictures of Lily” foi talvez uma das mais conseguidas contribuições para a música psicadélica

Os espectáculos dos Who debitavam por norma uma quantidade enorme de decibéis, tendo inclusivamente, durante os anos 70, estado listados no Livro de Recordes do Guinness como sendo a banda rock mais barulhenta do mundo, embora outras bandas lhe tenham entretanto roubado o título. A surdez parcial de Pete está bem documentada, havendo quem diga que todos os membros da banda sofrem de tal mal, devido ao exagerado volume de som com que tocavam ao vivo; outra história diz que isso se deveu à sua exposição próximo de um explosivo que Keith Moon teria colocado na bateria e que foi detonado no fim de um concerto; Pete no entanto, afirma que tal se deve ao seu hábito de ouvir música muito alto através de auscultadores.

Embora a banda tivesse êxito principalmente através dos singles, Pete Townshend tinha as vistas mais largas, e com o decorrer dos anos a sua música tornou-se mais complexa e elaborada e as suas letras, mais envolventes e provocadoras. Pete queria que os álbuns dos Who fossem obras unificadas, em vez de colecções de músicas sem conexão entre si. O primeiro sinal desta ambição surgiu nos álbuns “The who sell out”, que era tocado como um todo, em “A quick one” que incluía “A quick one while he´s away”, uma música grande com vários temas, e ainda e principalmente em Tommy, a primeira ópera rock com sucesso comercial.

Townshend tentou ainda um projecto mais ambicioso com “Lifehouse”. Embora fosse uma obra perpetuamente inacabada durante muitos anos, foi finalmente editada pela BBC, como uma “peça de rádio” no ano 2000. Algumas das melhores música deste projecto foram incluídas em “Who’s next”, que se tornaria o seu álbum de maior sucesso e que foi seguido pela última ópera rock do grupo, “Quadrophenia”. Os álbuns seguinte tornaram-se mais pessoais, tendo Pete transferido este estilo pessoal para os seus álbuns a solo.

Em [1978] é editado “Who are you”, álbum que se afastava do estilo épico da ópera rock e se virava para um estilo mais ao gosto das rádios. A edição deste álbum foi completamente ofuscada pela morte de Keith Moon devido a overdose de drogas. Moon foi substituído por Kenney Jones. O ano seguinte foi muito doloroso para a banda: Em 3 de Dezembro num concerto em Cincinnati, Ohio, uma correria aos lugares matou 11 fãs. Os membros da banda só foram notificados das mortes no fim do concerto, tendo ficado completamente devastados com o sucedido.

A banda havia de editar mais dois álbuns de originais na década de 80, e em 1982 encetaram uma série de concertos de despedida, após o que deixaram de gravar novo material, enquanto Townshend se focalizou nos seus projectos a solo tais como “The iron man” e “Psychoderelict”, uma antevisão do eventual trabalho para a rádio intitulado “Lifehouse”. Em 1989 voltaram a reunir-se.

Quando estavam para arrancar para mais uma digressão no verão de 2002, John Entwistle foi encontrado morto. A investigação médica revelou que embora não se tratasse de uma overdose, devido à pouca quantidade de cocaína encontrada, o uso continuado durante vários anos teria originado a paragem cardíaca. Após um breve atraso, a digressão começou com Pino Palladino a substituir Entwistle.

Em 2004 a banda editou duas músicas novas e 2005 promete ser um ano em grande, já que está prevista a edição do primeiro álbum em 22 anos.

Discografia

Álbuns de originais
Ano Título
1965 My Generation
1966 A Quick One
1967 The Who Sell Out
1969 Tommy
1971 Who's Next
1973 Quadrophenia
1975 The Who By Numbers
1978 Who Are You
1981 Face Dances
1982 It's Hard
2005 WHO2

Coleções periódicas

Não descurando o seu renome como uma banda conceitual, os Who tiveram uma vida ativa em relação aos singles, editando vários que foram grandes sucessos, mas que não faziam parte de nenhum álbum. Esses singles e vários materiais não editados eram ocasionalmente coligidos e editados como álbuns, até mesmo quando a banda ainda estava em atividade e não estava no horizonte a edição de nenhum álbum de originais.

Os álbuns resultantes, sendo resultado desses singles e de material não editado, não são aqui considerados como “Greatest hits”. O material destes álbuns é muito bom na generalidade, havendo quem os considere clássicos dos Who juntamente com os álbuns de estúdio originais.

Ano Título
1968 Magic Bus: The Who On Tour
1968 Direct Hits
1971 Meaty Beaty Big And Bouncy
1974 Odds and Sods

Álbuns ao vivo
Ano Título
1970 Live At Leeds
1970 Live At The Isle Of Wight Festival 1970
1990 Join Together

Todos os três albums ao vivo foram editados em duplo CD, incluindo o concerto de “Tommy”. “live at Leeds” está disponível em CD simples sem o concerto de Tommy.

Outros álbuns

* 1979 - The Kids Are Alright
* 1999 - BBC Sessions

Veja também:

* The Who Lyrics Page - http://www.myclassiclyrics.com/the_who/the_who_lyrics.html
* The Who By Blogger - http://www.whoby.blogspot.com/
* Site oficial de Pete Townshend - http://www.petetownshend.co.uk/
* thewho.net - http://thewho.net/

Retirado de "http://pt.wikipedia.org/wiki/The_Who"

[]'s

Envie atualizações sobre The Who:
Seu Nome:
Seu Email:
Informação:

Melhor visualizado com Mozilla Firefox > 1.0 ou I.E > 6.0 em 800x600.
RockInSampa.com.br - Todos os direitos reservados. A RockInSampa é uma publicação da Editora e Produtora Virtual.