São Paulo, 12 de Dezembro de 2018.

"Dinheiro é uma coisa muito útil de se ter. Na verdade, quanto mais você ganha, menos parece que você toca." (Charlie Watts, Rolling Stones)
lll Agenda de Shows
lll Agenda de Shows Cover
lll Álbum de Fotos
lll Baladas Rock 'n Roll
lll Banda da Semana
lll Bandas
lll Bandas Independentes
lll Casas de Shows
lll Colaboradores
lll Colunas & Artigos
lll Direto da Redação
lll Discografia
lll Entrevistas
lll Fale Conosco
lll Lançamentos
lll Letras de músicas
lll Livros
lll MEU ROCK IN SAMPA
lll Meus Dados
lll Promoções
lll Rádios Rock de SP
lll Reviews CD's
lll Reviews Shows




ASSINE ROCK IN SAMPA




lll Login..............

Email:

Senha:



Ache e compre seu CD aqui:



Bandas / Artistas





Tankard, por Marcelo Pinto

Quatro malucos por cerveja, diversão e thrash reúnem-se e montam um dos mais injustiçados grupos dos últimos tempos. Surgido em um período fantástico do metal mundial, quando a NWOBHM (New Wave Of British Heavy Metal) ainda estava no auge e convivia com o início da onda avassaladora provocada pelo thrash americano, o Tankard acabou ficando longe dos holofotes da fama.

Era a típica banda de qualidade e que todo mundo já ouviu falar mas nunca deu a atenção devida. No entanto, mesmo quando o vento mudou negativamente para o thrash no início da década de 90, o grupo estava lá, gravando e pronto para manter sua saga. Agora com o revival do estilo, nada mais justo que o Tankard ganhar seu espaço merecido.

Afinal, já são 18 anos de existência, uma dúzia de discos lançados e incontáveis shows e turnês pela Europa central, assim como lugares não muito comuns como Bulgária e Turquia.

Desde as duas primeiro demo-tapes, “Heavy Metal Vanguard” e “Alcoholic Metal”, já se percebia as características do quarteto. Logo após, o grupo foi contratado e começou a lançar no mercado uma série de grandes clássicos do thrash metal como o debut-álbum “Zombie Attack” de 1986. As letras bem humoradas e as constantes referências à cerveja, como nas faixas “Beermuda” e “The Morning After”, por exemplo, marcaram todos os trabalhos, que foram lançados um por ano até 1992.

Nesse meio tempo, o Tankard amadureceu e, apesar de algumas mudanças na formação através dos anos, a banda desenvolveu um estilo único e facilmente reconhecível com uma mistura de riffs totalmente “headbanging”, uma alta dose de diversão (sem deixar de lado as preocupações sociais expressas de alguma forma nas letras) e uma velocidade empolgante que nunca falha em levar as platéias à loucura.

A discografia do Tankard inclui ainda os óbvios discos coletânea e ao vivo. Peças importantes da vasta carreira que teve o mais recente capítulo escrito com “Kings Of Beer”, que dá continuidade à tradição do grupo, com músicas extremamente thrash como “Dark Exile”, “Tattoo Coward” ou “Talk Show Prostitute”.

Em 2002, comemorando 20 anos de carreira e muita cerveja, lançam em grande estilo o álbum “B-Day”. O trabalho foi um dos mais pesados e bem recebidos do grupo.
Fonte: http://territorio.terra.com.br

Envie atualizações sobre Tankard:
Seu Nome:
Seu Email:
Informação:

Melhor visualizado com Mozilla Firefox > 1.0 ou I.E > 6.0 em 800x600.
RockInSampa.com.br - Todos os direitos reservados. A RockInSampa é uma publicação da Editora e Produtora Virtual.