São Paulo, 18 de Dezembro de 2018.

"Dinheiro é uma coisa muito útil de se ter. Na verdade, quanto mais você ganha, menos parece que você toca." (Charlie Watts, Rolling Stones)
lll Agenda de Shows
lll Agenda de Shows Cover
lll Álbum de Fotos
lll Baladas Rock 'n Roll
lll Banda da Semana
lll Bandas
lll Bandas Independentes
lll Casas de Shows
lll Colaboradores
lll Colunas & Artigos
lll Direto da Redação
lll Discografia
lll Entrevistas
lll Fale Conosco
lll Lançamentos
lll Letras de músicas
lll Livros
lll MEU ROCK IN SAMPA
lll Meus Dados
lll Promoções
lll Rádios Rock de SP
lll Reviews CD's
lll Reviews Shows




ASSINE ROCK IN SAMPA




lll Login..............

Email:

Senha:



Ache e compre seu CD aqui:



Direto da Redação
BARALDI RECEBE PRÊMIO ANGELO AGOSTINI, 15/02/2006

Por: Marcelo Pinto

O cartunista Marcio Baraldi acaba de ganhar o Prêmio Angelo Agostini como "Melhor Lançamento de 2005" pelo seu livro "Tattoo Zinho".O Angelo Agostini é um prêmio voltado aos profissionais dos cartuns , um verdadeiro Oscar dos Quadrinhos Brasileiros, e esta é a sua 22ª ediçao, sendo o prêmio mais antigo do gênero no Brasil. Já foram contemplados em outras ocasiões artistas como Ziraldo, Mauricio de Souza, Henfil e Paulo Caruso.


A festa de entrega dos prêmios será dia 18 de fevereiro, sábado, no Senac da Lapa, (Rua Scipião,67 - Lapa-São Paulo/SP).


Maiores informações:
http://www.bigorna.net/index.php?secao=noticias&id=1139687151

Este é o sexto Agostini que Baraldi ganha e o terceiro consecutivo com os livros "Roko-Loko e Adrina Lina" (2003) , "Roko-Loko ataca novamente" (2004) e agora "Tattoo Zinho"(2005), todos da editora Opera Graphica.

Marcio Baraldi se consagrou como o cartunista mais rock n’roll do mundo ao criar os personagens Roko-Loko e Adrina-Lina para a revista Rock Brigade, além de várias outras séries e personagens para a maioria das revistas de rock brasileiras como, além da Rock Brigade, Metalhead,Roadie Crew, Dynamite,Comando Rock ,Valhalla e Rock Underground.

E foi em 1996 que ele se aventurou a desenhar para um assunto muito próximo do Rock: a tatuagem. Naquela época existia apenas uma publicação sobre tatuagem no Brasil, a pioneira revista Metalhead Tattoo, e foi justamente para ela que Baraldi criou o Tattoo Zinho, o primeiro personagem tatuador dos quadrinhos .

Além de ser um personagem inédito nos quadrinhos, Tattoo Zinho também prima por ser inusitado: é um tatu tatuador! Sim, Baraldi aproveitou o som idêntico das palavras “tattoo”(tatuagem, em inglês) e “tatu” para criar um tatuador que não é um ser humano e sim aquele mamífero roedor que adora escavar a terra.

Com um visual rocker: boné virado para trás, óculos escuros , calças jeans e muuuitos piercings e tatuagens pelo corpo, Tattoo Zinho divide um estúdio de Tatuagem com seu sócio Podrão, versão caricaturada do tatuador Maurão, de São Caetano do Sul, também conhecido por ser guitarrista da lendária banda punk Garotos Podres.

Pelo estúdio dessa folclórica dupla passam todos os tipos possíveis para se tatuarem: patricinhas, surfistas, roqueiros, malucos diversos e até paródias de personagens famosos dos quadrinhos como Super-Homem, Popeye e Wolverine, causando as mais absurdas e divertidas situações.

Mas nem só de diversão vive o Tatoo Zinho, em suas aventuras ele retrata com bom humor o universo dos tatuadores e dos tatuados com uma boa dose de crítica política e social também. Problemas como os tatuadores de rua, leis regulamentadoras da tatuagem, e até assuntos de conjuntura mundial como as guerras de Bush são abordados em suas HQs.

Este livro, “Tattoo Zinho”, lançamento luxuoso de alta qualidade gráfica da editora Opera Graphica, reúne todas as HQs do personagem desde sua estréia em 1996.O livro traz prefácios de César Nemitz, editor da revista Metalhead Tattoo, e de Ayrton Mugnaini Jr., um dos maiores jornalistas especializados em música do Brasil, além de textos honrosos de tatuadores profissionais como Cláudia Zuba, Osmar Tattoo, Tita, George Tattoo, Maurão e Zero Tattoo e de músicos das bandas de rock Exxótica e Velhas Virgens, todos, naturalmente, muito tatuados.

Um lançamento pioneiro de um personagem pioneiro, criado por um cartunista pioneiro, este é, provavelmente, o primeiro livro de quadrinhos sobre tatuagem do mundo. Mais uma prova de que os quadrinhos brasileiros estão , muitas vezes , na vanguarda mundial do gênero.

Comente

Melhor visualizado com Mozilla Firefox > 1.0 ou I.E > 6.0 em 800x600.
RockInSampa.com.br - Todos os direitos reservados. A RockInSampa é uma publicação da Editora e Produtora Virtual.