São Paulo, 23 de Maio de 2019.

"Dinheiro é uma coisa muito útil de se ter. Na verdade, quanto mais você ganha, menos parece que você toca." (Charlie Watts, Rolling Stones)
lll Agenda de Shows
lll Agenda de Shows Cover
lll Álbum de Fotos
lll Baladas Rock 'n Roll
lll Banda da Semana
lll Bandas
lll Bandas Independentes
lll Casas de Shows
lll Colaboradores
lll Colunas & Artigos
lll Direto da Redação
lll Discografia
lll Entrevistas
lll Fale Conosco
lll Lançamentos
lll Letras de músicas
lll Livros
lll MEU ROCK IN SAMPA
lll Meus Dados
lll Promoções
lll Rádios Rock de SP
lll Reviews CD's
lll Reviews Shows




ASSINE ROCK IN SAMPA




lll Login..............

Email:

Senha:



Ache e compre seu CD aqui:



:: Shows Review

Megadeth, 11/10/2005
Por: Vini­cius "Flap"

Enfim, o MEGADETH estava de volta. 7 anos depois da ultima apresentação da banda no Phillips Monsters of rock, e do fim e renascimento de uma das maiores bandas de metal de todos os tempos, entrava no Credicard Hall Dave Mustaine e sua trupe para saciar a sede de mais ou menos 6000 fãs.
Para abrir o show, ninguém menos do que o quarteto de violoncelo Apocalyptica. Famoso no mundo inteiro por fazer adaptações matadoras de músicas de outras bandas para violoncelo (principalmente metallica), o quarteto felizmente mostrou mais músicas de sua autoria e principalmente do seu mais recente CD. De covers, tocaram apenas dois clássicos do metallica "Master of Puppets" e "Seek And Destroy" e a excelente versão de "Refuse/Resist" do Sepultura, cantada pela maioria da galera. Com uma apresentação matadora e cativante, em aproximadamente 45 minutos eles conseguiram esquentar ainda mais os animos dos fãs desesperados por ver Mustaine despejar os clássicos de sua banda.
As 23:00 entrava no palco o Megadeth, despejando de cara o petardo "Blackmail the Universe" do mais recente disco da banda "The system has failed", que por sinal é ótimo. A música, pesadissíma em sua essencia, era uma amostra clara do que estava por vir. Sem perder tempo imendavam uma música atrás da outra, e a multidão apertada lá na frente se contorcia pra se manter em pé. Foram umas 4 músicas seguidas logo no começo, e lá na pista se pensava "será que o Mustaine quer matar a gente". Foi realmente intenso o show, sempre com músicas coladas, quase sem dar tempo para aplauso. Do último disco, tocaram além da ja mencionada música de abertura, "The Scorpion", "Of Mice And Man", duas músicas que possuem o melhor do vocal de Mustaine. Tocaram também "Die Dead Enough", cantada por boa parte do publico.
Seria dificil tocar todos os clássicos adorados pelos fãs, por isso o Megadeth fez uma ótima escolha e na minha opinião, para duas horas de show, por perfeita a seleção de músicas antigas. Despejaram as adoradas "Angry Again", "Sweeting Bullets", "Hagar 18" seguida por "Return to Hangar" e como não podia faltar rolou também "Symphony Of Destruction" que, certamente, juntamente com Holy Wars foi o ponto alto do show. Tocaram também "She-Wolf", "A Tout Le Monde", "Peace Sells", "Skin On My Teeth", "Tornado of Souls", "Trust", e "Paranoid" do Black Sabbath entre varias outras, encerrando com a necessaria e perfeita "Holy Wars".
Fã nenhum podia botar defeito no setlist. Entretanto não fiquei feliz com algumas coisas. Em certos lugares da casa não dava pra escutar direito o som, principalmente dos solos de guitarra. Estavam inaudiveis. Não sei qual era o problema. Outra coisa, eu achei os 3 integrantes do Megadeth (ou seja, todos menos o Mustaine) meio apaticos. Acho que a galera não estava lá muito pela banda e sim pelo Mustaine. Realmente, cada vez mais parece que eles são apenas uma banda de apoio. Diferente das épocas do "Rust In Peace" e o "Youthanasia" por exemplo, e mesmo no DVD "Rude Awakening" parece haver um maior contato do público com o resto da banda. De qualquer forma, Mustaine ainda é a força criativa do Megadeth e isso ficou bastante claro no último CD e no show, que aliás foi excelente.

TrackList:
Blackmail The Universe
Set The World Afire
Skin O' My Teeth
The Scorpion
Wake Up Dead
In My Darkest Hour
Die Dead Enough
She-Wolf
Reckoning Day
A Tout Le Monde
Angry Again
Hook In Mouth
Train Of Consequences
Hangar 18
Return To Hangar
Of Mice And Men
Tornado Of Souls
Trust
Something That I'm Not
Kick The Chair
Symphony Of Destruction
Sweating Bullets
Paranoid
Peace Sells
Holy Wars
The Punishment Due
Silent Scorn

Data do Show: 11/10/2005
Valor do ingresso: R$ 100,00 a inteira e R$50,00 a meia entrada



LM
os caras mandaram muito bem!! uma música melhor que a outra, poderiam ficar umas 10 horas fazendo show!!
NOTA: 10

Registre-se e poste

Melhor visualizado com Mozilla Firefox > 1.0 ou I.E > 6.0 em 800x600.
RockInSampa.com.br - Todos os direitos reservados. A RockInSampa é uma publicação da Editora e Produtora Virtual.